Buscar

Uma nova mentalidade para ter sucesso na indústria de eventos

É preciso mudar de mentalidade para entender que a indústria de eventos já não é mais a mesma e que os formatos online e híbridos não são apenas o presente, mas uma boa parte do futuro do setor. Essa ideia é um alerta para os profissionais do mundo audiovisual que pensam que em breve as coisas vão voltar a ser como eram antes da pandemia abalar nosso mundo.

Ao contrário de quem teve que reagir com agilidade para adaptar ou reinventar o seu negócio e responder às necessidades que vão surgindo ao longo do ano, algumas empresas e profissionais do setor já trabalharam no mundo dos eventos online e híbridos. Para eles, o ano de 2020 representou a oportunidade de expor a abrangência de seu trabalho e demonstrar sua eficácia.


Pontos relevantes: Cada evento tem um objetivo particular. Mas todos eles compartilham o denominador comum de buscar a melhor forma de vincular aqueles que participam remotamente. Como atrair a atenção de quem se conecta de casa? Como gerar uma interação maior entre todos e uma relação mais próxima da experiência face a face?

A facilidade de comparecer, sem investir tempo ou dinheiro em uma viagem a outra cidade, abre as portas para que eventos, como congressos médicos ou seminários de vendas.

Além disso, os eventos podem ser realizados em vários idiomas ao mesmo tempo, ou suas sessões traduzidas para referência posterior, agregando o apelo de alcance internacional.


“Está claro para nós que essa mudança não é fácil e deve ser feita passo a passo. Sugerimos começar com um evento virtual interno, apenas para seus funcionários. É assim que eles colocam a plataforma online e outros serviços à prova, eles vivem a experiência, ganham confiança no formato e se sentem mais seguros em realizar um evento para o seu público externo ”, conta Lilian Diretora Técnica da Class TechExperience.

Ter clareza, no vocabulário da indústria de eventos, os conceitos "online" e "híbrido" estão no topo da lista. Dependerá dos profissionais e empresas do setor o quanto eles estarão prontos para atender às necessidades de seus clientes. “Temos que desligar nossa mente, deixar para trás tudo o que aprendemos e ligá-la novamente para absorver novos conhecimentos. Tudo é novo, desde a concepção e planejamento, até a criação do conteúdo e a produção total de um evento ”, finaliza Lilian.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo